Skip to content

Prefeitura de Capivari alerta para o combate à dengue em época de pandemia


A preocupação com o Covid-19 não diminuiu a importância que a população deve dar ao mosquito Aedes Aegypti, e na prevenção aos criadouros

A Prefeitura de Capivari, através da Secretaria de Saúde, alerta a população para os cuidados com a proliferação do mosquito da dengue, o Aedes Aegypti, e para o combate aos criadouros. Mesmo com as preocupações com o Coronavírus, o Covid-19, não podemos esquecer de outras doenças, como a Dengue, que também pode matar.
Atualmente, o município registra 104 notificações para a dengue, do início do ano (janeiro) até agora (22/4), sendo que destes casos, 92 deram negativo e 12 foram confirmados. Em final de fevereiro, o município registrava oito casos de dengue das 53 notificações registradas (as demais deram resultado negativo), ou seja, os números estão subindo. Em 2019 foram 354 pessoas infectadas pela dengue.
“O número tem aumentado e não podemos descuidar! A dengue é preocupante, pois pode ter agravamento do caso, levando a óbito. Basta cuidar cada um da sua casa, não deixando água parada. Não podemos esquecer do mosquito, pois ele não deixa de aparecer se não cuidarmos”, diz Simoni Pacheco, diretora de Vigilância Epidemiológica.

Algumas orientações:
Não deixar água parada em pneus velhos, piscinas de plástico ou garrafas e latas; evitar o uso de pratinhos em baixo dos vasos de plantas; cobrir as caixas d’água e tampar ralos com pouco descarte de água, que acumulem água por muito tempo. Lembrando que uma tampinha de garrafa com água parada já pode se tornar criadouro da dengue, portanto não descarte lixo em vias públicas.

Principais sintomas (de acordo com o Ministério da Saúde):

• Febre alta, maior que 38.5ºC.
• Dores musculares intensas.
• Dor ao movimentar os olhos.
• Mal estar.
• Falta de apetite.
• Dor de cabeça.
• Manchas vermelhas no corpo.

No entanto, a infecção por dengue pode ser assintomática (sem sintomas), leve ou grave. Neste último caso pode levar até a morte. Normalmente, a primeira manifestação da dengue é a febre alta (39° a 40°C), de início abrupto, que geralmente dura de 2 a 7 dias, acompanhada de dor de cabeça, dores no corpo e articulações, além de prostração, fraqueza, dor atrás dos olhos, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos são comuns. Em alguns casos também apresenta manchas vermelhas na pele.

Devido a pandemia do Coronavírus Covid-19, as visitas dentro das residências estão temporariamente suspensas, mas a Vigilância Epidemiológica continua em atendimento pelo telefone 3492-8200.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Skip to content